Revista LOJAS Papelaria - Edição 276

Revista LOJAS Papelaria - Edição 276

Neste ano, os visitantes vão concorrer a uma reforma de loja. Quais itens ela englobará? A promoção inclui a reestruturação do leiaute de uma loja com área de até 70 metros quadrados, com a entrega e montagem de móveis como expositores, balcões, estantes, vitrines e outros. Não estão incluídas insta- lações elétricas, hidráulicas, alvenaria e outras. O representante comercial indicado pelo lojista no preenchimento do cupom também será premiado com um smartphone. O e-commerce também será um assunto abordado no evento? Na sua opinião, qual a importância desse canal para o setor? O comércio eletrônico é uma modalidade que cresce de forma espanto- sa a cada ano, e acredito que as papelarias podem se beneficiar desse canal para aumentar suas vendas. Basta observar que grandes redes já aderiram ao e-commerce e outros vêm usando os marketplaces de grandes sites de vendas. A tecnologia evoluiu a tal ponto que não é mais necessário um investimento muito alto para criar uma loja digital ou vender os produtos em plataformas de grande alcance. Esse é o futuro e a papelaria não pode ficar de fora! Quais os principais serviços que os visitantes vão contar nesta edição? De cara, os visitantes vão perceber as melhorias que promovemos na plan- ta da feira. Nesta segunda edição no Expo Center Norte, conseguimos pas- sar a área de exposição para um pavilhão único (Vermelho), que vai otimizar o tempo de visita e o contato com todos os expositores. Visitantes e expositores vão contar com o Clube de Vantagens, que oferece uma série de descontos em passagens aéreas, hospedagem, aluguel de carro e outras facilidades. E da mesma forma que vimos fazendo em todas nossas feiras, estamos estimulando tanto visitantes quanto expositores a utilizarem o transporte público e, para isso, vamos oferecer traslado gratuito de ida e volta todos os dias a partir da estação Tietê do metrô. Quais as expectativas para o evento? Existe uma estimativa para negó- cios durante e, também, no pós feira? Estamos com uma ótima expectativa para mais esta edição da Escolar. No ano passado, a economia dava os primeiros sinais da retomada e mesmo que ela não tenha chegado no ritmo esperado, estamos numa situação bem melhor e isso será percebido na feira. Não temos como estimar os negócios da feira como um todo, mas, a título de parâmetro, as Rodadas de Negó- cios do ano passado renderam R$ 2,3 milhões de negócios imediatos para os expositores participantes e mais R$ 14,6 milhões projetados para os 12 meses seguintes. Nossa expectativa é que os valores sejam superados nas Rodadas da Escolar 2018.

RkJQdWJsaXNoZXIy MTY1MzM=