Anuncie

Para celebrar a diversidade, Faber-Castell lança lápis com cores que representam a variedade de tons de pele

24/08/2018 - 14:08

Com papel social, Caras&Cores foi desenvolvido para apoiar pais e professores na formação das crianças  

Caras&Cores foi criado para contribuir na construção importante e urgente de um mundo inclusivo. Vem para responder à necessidade de crianças, pais, professores e escolas por ferramentas que ajudem a valorizar e reconhecer a individualidade de cada um e a diversidade dos grupos.

Além de permitir que cada criança desenhe rostos das mais variadas cores, o produto pode suportar atividades pedagógicas voltadas ao tema da diversidade. O novo produto tem estojos com 12 ou 24 cores e mais seis opções especiais para pintar tons de pele, que possuem formulação exclusiva e podem ser misturadas entre si para criar vários outros tons.

De acordo com Eduardo Ruschel, diretor de Marketing e Inovação da Faber-Castell, a companhia quer colaborar na construção de um mundo mais acolhedor e com mais representatividade, já que a responsabilidade social está no DNA da marca.  

“No nosso dia a dia convivemos com muitos educadores e pedagogos. A partir daí, percebemos a oportunidade da oferta de um estojo com tons de pele. Este pedido surgiu também de conversas com nossos consumidores: pais que entraram em contato compartilhando suas necessidades. A Faber-Castell sempre está atenta às discussões contemporâneas, por isso criamos o Caras&Cores para enriquecer o repertório das crianças e valorizar a diversidade do Brasil e do mundo”, explica o executivo.

Na validação das iniciativas em torno do produto, a Faber-Castell contou ainda com a consultoria do MOOC, coletivo de jovens criativos negros e que hoje integra o time de diretores da Conspiração. De acordo com uma das idealizadoras do coletivo, Suyane Ynaya: “ter produtos como Caras&Cores no mercado é a oportunidade que meus filhos e outras crianças têm de finalmente serem ouvidas e representadas por meio da cor, com mais possibilidades. Esta iniciativa também me faz imensamente feliz por ser um caminho que valida todo meu trabalho como mãe e profissional, trazendo representatividade, autenticidade e ressignificação por intermédio da criação”.

  Mais notícias