Anuncie

Vendas no varejo caem 5,4% em março, segundo pesquisa

26/03/2020 - 14:03

Comércio nacional deve perder mais R$ 100 bilhões devido ao coronavírus; especialista em vendas comenta estratégias que podem ser adotadas pelas empresas

As vendas no varejo caíram 5,4% em março, segundo levantamento realizado pela credenciadora de cartões Cielo. O motivo da queda é o impacto do coronavírus na economia brasileira. De acordo com o relatório, na primeira semana do mês a queda foi de 3,8%, seguido de 5,3% na segunda e encerrou a terceira semana em 8,1%, podendo chegar a 10% nos próximos dias.

Já a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) estima que a restrição das atividades no comércio devem ultrapassar uma perda de mais de R$ 100 bilhões no setor, se até maio as atividades estiverem normalizadas.

“Em meio a pandemia, os pequenos negócios precisam criar estratégias para que consigam comercializar seus produtos, sem ficar no vermelho, é preciso redobrar os esforços nesse momento”, comenta Alberto Júnior, especialista em vendas e fundador do Grupo Life Brasil - holding especialista em seguros de vida.

Responsável pelo treinamento de mais de 15 mil vendedores em seu time de trabalho e mais de 700 pessoas no campo de vendas, o especialista destaca algumas estratégias que podem ser adotadas pelas pequenas e médias empresas para evitar grandes perdas no período de quarentena. “Como muitos trabalhadores estarão em home office, as empresas devem aproveitar para estreitar ainda mais o relacionamento com os seus clientes, por meio de mensagem via Whatsapp, fazer ligações, enviar e-mails”, comenta.

“Uma outra estratégia é oferecer vantagens exclusivas para alguns clientes, essa iniciativa vale para aqueles negócios que poderão funcionar durante a quarentena, como uma forma de fidelizar o cliente”, explica Alberto Júnior. O especialista também destaca que as empresas precisam estar preparadas para momentos de crise, para que possam evitar ainda mais perdas em caso de paralisação das atividades.

  Mais notícias