Anuncie

Staedtler Brasil encerra 2020 com boas perspectivas e estratégia de retomada para 2021

15/12/2020 - 16:12

Após o lançamento da linha Retrô Pastel, FIMO Couro e da família Triplus, a multinacional tem a estratégia de expandir seu portfólio de produtos para hobby arte além de incrementar a linha escolar no país

Com um ano repleto de desafios e marcado pela pandemia, as empresas mantiveram seu foco e perseverança na reinvenção de estratégias e na busca de resultados frente a um cenário fora de qualquer planejamento. Além disso, o e-commerce foi definitivamente entendido como um canal chave e deu um passo considerável nesse primeiro semestre de 2020. Segundo pesquisa da Ebit|Nielsen, o crescimento do varejo on-line brasileiro foi de 45% em relação ao mesmo período do ano passado, e a VTex afirma que 40% dos compradores foram pessoas que compraram online pela primeira vez.

Para a Staedtler Brasil - multinacional alemã que está entre os principais fabricantes mundiais de produtos de escrita e criatividade - a capacidade de mensuração do on-line mostrou o quanto a marca foi procurada e acessada durante o período de isolamento. "Segundo o Google Trends, as buscas pelas brush pens Staedtler cresceram 250% e a busca por lápis de cor Staedtler cresceram 90% entre Março e Julho deste ano" comenta Juliana Rett, marketing manager da companhia no Brasil. Na perspectiva da empresa, a digitalização durante o período de isolamento confirma sua importância para o mercado, contudo o varejo pós pandemia não será composto apenas pelo online, mas da união inevitável e muito potente entre on e off. "Conhecemos e sabemos da força do on, mas também sabemos da experiência que o consumidor final busca no ponto de venda físico. Durante esse período de recesso do mercado, ficou claro o quanto as papelarias precisam se ajustar para oferecer um ponto de venda agradável, bonito e atraente para o consumidor final, que vai continuar buscando informações e novidades em ambos os canais", completa Juliana.

No que tange a retomada de mercado após um longo período ainda em pandemia, esperava-se que os números seriam mais cautelosos, mas o mercado já vislumbra um retorno progressivo e está preparando o abastecimento para 2021. Nesse sentido, um aspecto que deve ser observado são as papelarias nativas on-line, que estão surgindo com um modelo de negócio puramente digital, atendendo uma demanda pulsante da papelaria criativa, fina e hobby arte na internet.

"Nos preocupamos em lançar materiais que conversem diretamente com nossos diversos públicos. Para o ano que vem, a estratégia está em complementar a linha de Hobby Arte, técnica e artística que vem se desenvolvendo muito bem e, expandir a linha escolar no país, trazendo em "tempo real" para o portfólio nacional uma série de produtos que serão lançados no catálogo global da marca. Encurtando assim o tempo de chegada no Brasil dos lançamentos que acontecem na Europa.", explica Juliana.

Como citado anteriormente, após a pandemia, as estratégias da marca continuarão guiadas pelo mote global "Solte sua Criatividade", nos vários níveis de comunicação da companhia. "O posicionamento da subsidiária no Brasil é colorir o futuro da marca no país, em todos os sentidos, nas relações com clientes imediatos e o consumidor final", finaliza Alexandre Facci, manager director Brazil.

  Mais notícias